Fracassos

Compartilhe este texto:

O dia dos namorados é uma data deprimente para quem não está namorando. A publicidade não para de tocar nesse assunto, e à medida em que a data se aproxima, tudo se enche de corações, de casais aos beijos, de mensagens românticas. Aos que estão sozinhos, surgem conselhos e baladas especiais para arranjar um par. Mas essa busca desesperada por um par perto do dia 12 de junho não chega a enganar ninguém, porque arranjar alguém para beijar no dia não é a mesma coisa do que ser importante para alguém, do que estar namorando com alguém. E quando se enfrenta essa data sozinho, mais uma vez, aumentam as dúvidas sobre a possibilidade de encontrar realmente um amor verdadeiro.

“Sexta à noite e eu aqui, vendo TV”. Quando em casa, à noite, ver TV é o que a maioria das pessoas faz. Mas quando é sexta-feira à noite, vespera do fim de semana e dia em que quase todos podem se despreocupar com o horário do sono, isso se reveste de fracasso. Porque é o dia de ir à balada, de estar entre pessoas, beber, dançar e interagir com o sexo oposto. O momento mais esperado da semana, onde o dinheiro é gasto, onde os corpos produzidos trabalhosamente na academia são exibidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *